domingo , dezembro 16 2018
Capa / Seu Dinheiro / Organizando as dívidas de maneira inteligente
Organizando as dívidas de maneira inteligente

Organizando as dívidas de maneira inteligente

Há momentos que necessitamos de dinheiro com urgência. Nessas horas, muitos procuram por uma saída mais rápida e prática, e a forma mais conveniente é utilizar o limite do cheque especial ou usar cartão de crédito, desde que tenha conta bancária. Esses dois produtos são bastante fáceis de se obterem e utilizarem. No caso do cartão de crédito, basta que tenha o seu limite disponível. Já no caso do cheque especial, basta liberar o seu uso.

Porém, tudo tem seu preço. As suas taxas de juros são elevadas no Brasil, podendo atingir até 732,78% ao ano no caso do cartão de crédito rotativo e 458,93% ao ano para o cheque especial, segundo os dados divulgados pelo Banco Central em junho de 2015.

Para aqueles que já estão endividados por meio destes 2 produtos, provavelmente devem saber que essas dívidas é uma bola de neve. Para evitar a situação, uma das boas formas de sair dessas dívidas com juros altos é realizar a transferência de dívidas.

Transferência de dívidas é uma troca de dívidas caras por mais baratas. Em outras palavras, trocar altos juros por menores. Normalmente as taxas de juros do empréstimo pessoal costumam ser menores em relação ao cheque especial e cartão de crédito. Esse método de troca de dívida ainda não é tão conhecido no Brasil, mas que é uma forma inteligente de fugir de dívidas com juros altos, e ter maior fôlego no bolso.

Mais do que transferir dívidas, é mais importante ficar atento para pós-transferência de dívidas. Pagamento antes do vencimento das parcelas é fundamental para não ficar endividado e entrar na mesma situação de antes. Além disso, em paralelo, deve-se organizar as despesas pessoais, para equilibrar os seus gastos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*