segunda-feira , julho 23 2018
Capa / Religião / Igreja de Nossa Senhora da Barroquinha
Igreja de Nossa Senhora da Barroquinha

Igreja de Nossa Senhora da Barroquinha

espaco-cultural-barroquinha

O Espaço Cultural da Barroquinha, em 2012. Sua fachada tem elementos rococó e torres decoradas com azulejos.

A Igreja de Nossa Senhora da Barroquinha, construída entre 1722 e 1726, além de um templo católico, era um espaço ligado às tradições das nações africanas, sendo frequentada por mulheres “nagô-iorubás”, da nação Ketu e pelos moradores e trabalhadores locais. A Lenda conta que princesas vindas Oyó e Ketu, na condição de escravas fundaram uma comunidade nas proximidades do que é hoje é a Barroquinha e construíram ali o terreiro que hoje é a Igreja. Conta-se, também, que foi o primeiro terreiro do Brasil.   A Igreja quase foi destruída por um incêndio em março de 1984 e se encontrava em um estado de grande degradação até que, em 1991, a Fundação Gregório de Mattos (FGM) desenvolveu o projeto do Espaço Cultural Barroquinha, como proposta de transformar as ruínas da Igreja, matriz do sincretismo religioso, em espaço cultural. Depois de uma ampla reforma, recuperação e restauro das ruínas da Igreja, o Espaço Cultural da Barroquinha foi entregue ao público pelo prefeito João Henrique, em março de 2009. Este local é o primeiro passo para interromper o processo de degradação de mais um patrimônio arquitetônico da cidade e contribui para estimular a vocação cultural de Salvador, servindo como ponto de encontro para a produção e consumo das artes. O espaço tem capacidade para receber espetáculos de teatro, dança e música e conta com uma estrutura que inclui área para apresentações e platéia para 135 expectadores. Possui também uma sala de administração, foyer, camarins com sanitários exclusivos, área para exposições, memorial e um café de apoio aos eventos. Espaço Cultural da Barroquinha – Praça Castro Alves, s/n, Barroquinha. Telefone: 3334-7350 Data: 08/04/2011 a 01/05/2011, sex a dom, 20h Preço: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*