terça-feira , novembro 13 2018
Capa / Turismo Étnico-Afro

Turismo Étnico-Afro

Conheça os lugares dedicados à cultura negra em são paulo

Conheça os lugares dedicados à cultura negra em são paulo

Museus, Centros Culturais e casas especializadas em todo tipo de cultura afro Como já dizia o mestre Jorge Ben Jor, o "negro é lindo" e a cultura africana, sem dúvidas, é uma das mais exuberantes do planeta, seja pelas belezas naturais, os costumes, as crenças e até mesmo - infelizmente - pela sua triste história no período em que a escravidão era tido como algo normal na mente de algumas pessoas, nem tão normais assim. Inspirado pelo grande vencedor do Oscar de 2014, o bom filme "12 Anos de Escravidão", do cineasta e diretor Steve McQueen, o ObaOba montou um roteirinho com museus, centros culturais e casas especializadas e dedicadas à cultura negra em São Paulo. Veja e conheça: Casa Mestre Ananias ... Leia Mais »

CONHEÇA A ZONA PORTUÁRIA

CONHEÇA A ZONA PORTUÁRIA

A Zona Portuária está localizada no centro da cidade do Rio de Janeiro e contém os bairros da Gamboa, Saúde e Santos e os morros da Conceição, Livramento, Providencia e Pinto. Essa área contém parte do que muitos chamam de Rio Antigo e foi por onde aportaram diversas culturas formando a riqueza cultual brasileira e carioca. No Bairro da Gamboa podemos observar seus casarios e imaginar como era a vida no século XIX. As luzes de algumas ruas iluminadas a óleo de baleia e, quando saíamos nas noites de lua cheia podia-se ouvir nas ruas as pessoas falando em diversos diversos idiomas. O grande escritor brasileiro, Machado de Assis foi um dos moradores desse bairro e viveu num período em que ... Leia Mais »

Centro Cultural Ação da Cidadania

Centro Cultural Ação da Cidadania

O Centro Cultural da Ação da Cidadania é um presente para o Rio de Janeiro Construído em 1871 por André Rebouças foi o primeiro Armazém da Região Portuária do Rio de Janeiro. Singular em dimensão e características arquitetônicas tem aproximadamente 14.000 m2 de área construída em dois pisos - o térreo e o mezanino, e um espaço interno com 168 metros de comprimento e 36 metros de largura. A reforma foi iniciada em 2002, com projeto do arquiteto Hélio Pellegrino, com o objetivo de preparar o espaço para abrigar um centro de excelência em cultura e inclusão social. A primeira etapa, que incluiu a restauração do interior do armazém e a reestruturação da parte elétrica e hidráulica, foi financiada pela ... Leia Mais »

Quilombo Pedra do Sal Comemora Dez Anos com Balaio e Candidatura à Patrimônio da Humanidade

Quilombo Pedra do Sal Comemora Dez Anos com Balaio e Candidatura à Patrimônio da Humanidade

A cerimônia, conhecida como Balaio das Yabás organizada pela Associação da Comunidade Remanescente do Quilombo da Pedra do Sal (ARQPEDRA), conhecida simplesmente como Quilombo da Pedra do Sal, começou com café da manhã e um ritual de candomblé no local histórico. Bateristas do grupo Filhos de Gandhi lideraram uma procissão de moradores e adeptos em torno do Cais do Valongo até a Praça Mauá. Filhos-de-Gandhi-1 As festividades vieram em um momento simbólico para a Pedra do Sal. Além do reconhecimento formal do Quilombo há dez anos pela Fundação Cultural Palmares, instituição do governo federal encarregada da preservação da cultura Afro-brasileira, o grupo também celebrou o 31º aniversário do reconhecimento da Pedra do Sal como monumento histórico e religioso pelo Instituto ... Leia Mais »

Bairros Étnicos – Lazareto da Gamboa – Rio de Janeiro – RJ

Bairros Étnicos – Lazareto da Gamboa – Rio de Janeiro – RJ

O nome desse bairro, que tinha uma das mais antigas praias do litoral urbano, está ligado a Gamboas, ou Camboas, que eram pequenas represas, feitas pelos pescadores locais, para prender os peixes que entravam nas águas calmas e cheias de peixes entre a Praia da Saúde e o Saco do Alferes. Gamboa também deu o nome à praia e ao saco, existentes no local. Outros nomes foram dados a essa região, como praia do Chichorro, das Palmeiras, do Propósito e do Lazareto. O acesso se dava pela rua do Cemitério, atual rua Pedro Ernesto, que a ligava ao Valongo. Na Praia da Gamboa, junto às encostas do morro da Providência, foi fundado em 1809, pelo embaixador britânico Lorde Strangfort, o ... Leia Mais »

MUSEU DO NEGRO – Cafua das Mercês – São Luís – MA

MUSEU DO NEGRO – Cafua das Mercês – São Luís – MA

Construído em meados do século XVIII, na Praia Grande, antigo bairro das casas comerciais do Maranhão, a Cafua das Mercês era o antigo mercado de escravos que servia para receber os africanos que desembarcavam no Portinho e ali mesmo eram vendidos. O prédio possui fachada em estilo colonial com apenas uma porta principal cercada de seteiras que serviam como as únicas entradas de luz e ventilação. Hoje no local funciona o Museu do Negro, um espaço destinado à preservação da memória da presença africana no Maranhão. Foi-se o tempo em que os museus eram vistos apenas como meros depósitos de quinquilharias e coisas velhas. Hoje, estes espaços são verdadeiros guardiões da história de um povo e atraem diariamente centenas de ... Leia Mais »

Vídeo sobre Salvador é considerado racista por internautas

Vídeo sobre Salvador é considerado racista por internautas

Um vídeo promocional sobre Salvador virou alvo de críticas dos internautas. Produzido pela empresa Salvador Destination, o clipe tem o objetivo de fomentar o turismo na capital por meio de imagens das belezas naturais e de um povo alegre e festeiro. Entretanto, a ausência de personagens negros foi a principal reclamação de quem assistiu ao vídeo no Youtube. "Onde está essa Salvador? Onde está os 80% pardos, mulatos, negros? Triste viu!? Repensem esse vídeo. Chega ser ofensivo", escreveu a internauta Maria Nazaré. "Este é o vídeo mais racista que eu já assisti em toda minha vida", disse outro usuário da rede. Outras pessoas compararam o cenário mostrado nas imagens com o de outros países que possuem a maioria da população ... Leia Mais »