quarta-feira , janeiro 16 2019
Capa / Fatos (Página 30)

Fatos

Após 126 anos da Lei Áurea, abismo social mantém a desigualdade

Após 126 anos da Lei Áurea, abismo social mantém a desigualdade

Lei 3353 de 13 de maio de 1888   DECLARA EXTINTA A ESCRAVIDÃO NO BRASIL A Princesa Isabel, Regente, em nome de Sua Magestade, o IMPERADOR  Senhor D. Pedro II, faz saber a todos os súditos do IMPÉRIO, que a Assembléia Geral, Decretou, e Ella sancionou a lei seguinte : Artigo 1º. : É declarada extinta, desde a data d´esta Lei a escravidão no Brasil Artigo 2º. Revogam-se as disposições em contrário. Manda, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução desta referida Lei pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar, tão inteiramente quanto n´ella se contém . O Secretário de Estado dos Negócios, d´Agricultura, Comércio e Obras Públicas, e Interino dos Negócios Estrangeiros, Bacharel Rodrigo ... Leia Mais »

Diáspora africana

Diáspora africana

Também chamada de Diáspora Negra — é o nome que se dá ao fenômeno sociocultural e histórico que ocorreu em países além África devido à imigração forçada, por fins escravagistas mercantis que perduraram da Idade Moderna ao final do século XIX, de africanos (em especial africanos de pele escura chamados pela cultura ocidental de negros ou afrodescendentes). Contraste ao fomentado por interesses exploratórios, dominativos pelo arrefecimento do poder alheio ou etnocêntricos — internos ou externos — que se manifestam nas guerras de tribo e na anomia reais e estereotipadas do continente africano em si, na América e no território geral de influência passada ou contemporânea do Ocidente onde houve das colônias mercantilistas à base de escravos ao segregacionismo de oportunidades ... Leia Mais »

História do Dia do Trabalho

História do Dia do Trabalho

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores. Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia ... Leia Mais »

Revolução Constitucionalista de 32 – Uma história a ser lembrada

Revolução Constitucionalista de 32 – Uma história a ser lembrada

Logo que eclodiu o movimento militar contra Getúlio em São Paulo, organizou-se um corpo combatente de voluntários de cor (na época isso queria dizer preto e pardo). Este batalhão tomou o nome de Legião Negra. Entre julho e outubro de 1932, milhares de paulistas lutaram contra a ditadura de Getulio Vargas, instituída dois anos antes. Entre os objetivos dos revoltosos estavam a promulgação de uma nova Constituição e a deposição de Vargas. Muito já se contou sobre esse episódio, mas em A Legião Negra – A Luta dos Afro-Brasileiros na Revolução Constitucionalista de 1932 (Selo Negro Edições, 224 p., R$ 50,90), do jornalista Oswaldo Faustino, um ângulo quase inédito do episódio é apresentado: a brava atuação de uma legião formada, a ... Leia Mais »

A beleza dos Povos Surma e Mursi, uma cultura em perigo, no sul da Etiópia

A beleza dos Povos Surma e Mursi, uma cultura em perigo, no sul da Etiópia

Enquanto milhares de seres humanos se cadastram para viajar a Marte sem passagem de volta, as tribos Surma e Mursi vivem em um estágio muito comparável ao Mesolítico. Estes indígenas do sul da Etiópia, que vivem principalmente do pastoreio de grandes rebanhos de gado no vale do Omo, também se dedicam à agricultura de cereais, sorgo, milho e sobretudo são coletores de mel. Calcula-se que restam uns 9.000 indígenas Mursi e uns 45.000 Surma. Seu alimento é baseado no leite e carne de suas vacas, os cereais que cultivam e do próprio sangue das vacas que extraem espetando-as em uma veia. As vacas também são o padrão comercial. O pai, proprietário do rebanho, presenteia 30 vacas à cada filho quando ... Leia Mais »

O CONTINENTE AFRICANO É O MAIS ANTIGO DA HISTÓRIA.

O CONTINENTE AFRICANO É O MAIS ANTIGO DA HISTÓRIA.

África: Continente com ou sem “História”? Publicado por: Lilian Maria Martins de Aguiar em Idade Antiga A contestação do passado científico e tecnológico dos africanos e o exagero das características “fantasiosas” desse povo foi, certamente, uma das principais proezas do eurocentrismo. Observamos, ainda nos dias de hoje, a autoestima da população africana muito frágil, em razão da partilha do continente e do processo de descolonização. Pesquisadores europeus reproduziram para o resto do mundo que o povo africano não cooperou de forma alguma para a composição do saber universal. O Continente Africano é visto a todo o momento como um lugar aonde o civilizado ainda não chegou, cujos moradores, em geral, apresentam-se como seres selvagens, repugnantes, debilitados, imorais e, por isso, incapacitados de edificar ... Leia Mais »

AfroBrasileiros

AfroBrasileiros

Afro-brasileiro ou negro são os termos oficiais no Brasil que designam racialmente e de acordo com a cor as pessoas que se definem como pertencentes a esse grupo. De acordo com uma pesquisa do IBGE realizada em 2008 nos estados do Amazonas, da Paraíba, de São Paulo, do Rio Grande do Sul, do Mato Grosso e no Distrito Federal, apenas 11,8% dos entrevistados reconheceram ter ascendência africana, enquanto que 43,5% disseram ter ancestralidade europeia, 21,4% indígena e 31,3% disseram não saber a sua própria ancestralidade. Quando indagados a dizer de forma espontânea a sua cor ou raça, 49% dos entrevistados se disseram brancos, 21,7% morenos, 13,6% pardos, 7,8% negros, 1,5% amarelos, 1,4% pretos, 0,4% indígenas e 4,6% deram outras respostas.2 Porém, quando a opção "afrodescendente" foi apresentada, 21,5% dos entrevistados se identificaram como tal.3 Quando a opção "negro" também ... Leia Mais »