terça-feira , novembro 13 2018
Capa / Política

Política

liberalismo econômico – New Deal

liberalismo econômico – New Deal

Surgido para recuperar a economia norte-americana após a crise de 1929, o New Deal foi um plano econômico que modificou a relação do Estado com a economia. A crise do liberalismo econômico abriu portas para a reformulação das práticas capitalistas e da relação dessas práticas com o poder de intervenção do Estado sobre a economia. O crash da Bolsa de Nova Iorque, em 1929, colocou em xeque os princípios do liberalismo clássico ao deflagrar uma das maiores crises presenciadas na história do capitalismo. É nesse contexto que surgia o plano econômico chamado de New Deal. Liberalismo econômico e a crise No liberalismo clássico, pregava-se o ideal de que a economia seria um organismo autorregulamentado. Segundo sua lógica, quanto maior a liberdade dada às atividades econômicas, maior seriam as condições para que determinado país ... Leia Mais »

Guerra Civil em Ruanda

Guerra Civil em Ruanda

Motivada pela disputa étnica entre hutus e tutsis, a Guerra Civil em Ruanda aconteceu entre 1990 e 1994 e ficou marcada pelo genocídio de 800 mil tutsis. A Guerra Civil em Ruanda aconteceu entre 1990 e 1994, quando tropas de oposição formadas por tutsis e hutus moderados iniciaram ataques, a partir de campos de refugiados em Uganda, contra as tropas governamentais do presidente Juvénal Habyarimana, no poder desde 1973. O conflito em Ruanda teve desdobramentos graves, como o genocídio que, em cerca de 100 dias, foi responsável pela morte de 800 mil tutsis. Domínio colonial em Ruanda e a rivalidade entre tutsis e hutus Ruanda é um pequeno país da região centro-oriental do continente africano e historicamente foi habitado por diferentes etnias: hutus e tutsis formavam a maioria da ... Leia Mais »

Alerj aprova prorrogação da Lei de Cotas para universidades do RJ por mais dez anos

Alerj aprova prorrogação da Lei de Cotas para universidades do RJ por mais dez anos

Projeto permite acúmulo de bolsas para os estudantes cotistas. Texto ainda deverá ser sancionado pelo governador Luiz Fernando Pezão para ter validade. Estudo indica que evasão é maior entre os não cotistas.   A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, nesta terça-feira (11), a prorrogação do sistema de cotas para os cursos de graduação nas universidades públicas estaduais do Rio por mais dez anos. O projeto de lei (PL) 4.205/18, que foi aprovado em discussão única, é do Executivo e tinha sido regulamentado pela última vez em 2008. O projeto será encaminhado para a sanção do governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 dias úteis para decidir. Durante a vigência do sistema de cotas, a ... Leia Mais »

população negra é a base para as mudanças políticas, aponta seminário

população negra é a base para as mudanças políticas, aponta seminário

Iniciativa do coletivo Quilombação incentiva a reflexão sobre a política feita e voltada para os negros além da época das eleições Texto / Beatriz Mazzei Foto / Quilombação Na busca de respostas para a pergunta “O que fazer?” em meio ao momento vivido pelo país, o seminário “Negras e negros na conjuntura política e eleitoral” encheu a sala da APEOESP na região da República, centro de São Paulo na tarde do último sábado (15). Organizado pela Rede Quilombação, coletivo de ativistas anti-racistas, o evento dialoga com a proposta da Rede de recolocar o negro e a negra como os principais sujeitos da ação política para a transformação da sociedade brasileira. Para dar base e direcionamento ao seminário, a mesa foi composta por ... Leia Mais »

Lutas Vívidas

Lutas Vívidas

Por Daise Rosas da Natividade* Uma mulher, negra, cientista política, moradora de favela, ciente e consciente das agruras das minorias chamada Marielle, teve a vida ceifada por questões políticas. Forjada na estrutura social de espaços onde o respeito ocorre entre as pessoas de sua comunidade, nas relações sociais entre vizinhos e o desrespeito aflora daqueles considerados de fora, Marielle rompeu os espaços considerados seus e ganhou o mundo do olhar crítico e transcendeu em sua morte o país em que nasceu.   O Brasil, escolhido para abrigar as Diretrizes Nacionais tendo como parâmetro o Modelo de Protocolo Latino Americano de Investigação de Mortes Violentas de Mulheres por Razões de Gênero em função de sua quinta posição de mortes violentas contra ... Leia Mais »

Fala emocionante de Jovem

Fala emocionante de Jovem

Leia Mais »

Como foi o processo de fim da escravidão

A campanha cívica que pôs fim à escravidão no Brasil contou com a participação de vários setores da sociedade brasileira, à exceção dos grandes proprietários de terra - como os cafeicultores paulistas, que certamente perdiam com o fim da mão-de-obra escrava. É o que conta o historiador Marco Antonio Villa na entrevista que segue. Como começou o movimento abolicionista do Brasil? O abolicionismo foi um produto da década de 1880. Até então, o que havia eram tentativas emancipacionistas que queriam a extinção gradual do trabalho escravo, enquanto os abolicionistas desejavam a abolição total e imediata da escravidão. Antes da Lei Áurea, a escravidão vinha perdendo força, não? Sim. O primeiro golpe na escravatura foi a abolição do tráfico negreiro, ocorrido ... Leia Mais »